Scrum, a arte de fazer o dobro na metado do tempo!

    Avatar
    Cromo Consultoria

    Olá,

    Hoje falaremos sobre Scrum, sua origem, como aplicá-lo e os benefícios que eles trazem ao seu processo. Dependendo da proficiência no assunto talvez esse assunto não traga coisas novas.

    O Scrum foi desenvolvido na década de 90 por  Ken Schwaber e Jeff Sutherland, só foi ficar popular nos anos 2000, atualmente é o método ágil mais utilizado. Foi desenvolvido para projetos de software, com sua popularização hoje ele é utilizado para diversas áreas além de seu objetivo inicial.

    Ele é um processo enxuto, trabalhando com três artefatos, três papéis e atividades procurando sempre serem enxutas. Podem se adequar a cada projeto.

     

    O time e os papéis de cada um

    Os três papéis são: Product Owner, Scrum master e Development Team

    Product Owner (ou Dono do Produto) Ele faz o funil das prioridades a serem desenvolvidas, sempre procurando produzir as que agregam mais valores ao produto antes.

    Scrum Master Ele é responsável para que o scrum esteja sendo aplicado da maneira correta e impedindo interferências externas. Papel de tamanha importância, pois é ele que mostra pro time a importância de seguir método ágil.

    Development Team São todos os envolvidos na construção diretamente do produto, o scrum não especifica diretamente quem são eles. Vale salientar que o time se auto-organiza para atingir as metas estabelecidas pelo Product Owner.

     

    Atividades e Artefatos

     

    Definido o time e seus envolvidos é preciso definir os itens e uma lista com as prioridades a serem desenvolvidas, essa lista se chama Backlog do produto. Nesta listagem os itens com maior valor e prioridade devem ficar no topo para serem feitas antes. O ideal é que seja definida tarefas curtas, de uma a quatro semanas, essa sequência é denominada Sprint, ela começa com o planejamento da sprint em que o Product Owner estabelece metas e prazos a serem obedecidos, é importante seguir a sprint até o final dela pois assim pode se ter um panorama das dificuldades passadas pelo time. 

    No início de cada dia é feito uma reunião curta a Daily Scrum, onde é passado como estão sendo executadas as tarefas, o objetivo principal é trazer alinhamento e fazer alguma adaptação caso necessário. 

    Ao final de uma Sprint teremos duas etapas, a primeira onde o time inteiro revisa a sprint entregue, essa revisão se chama Revisão da Sprint, a outra é onde o time verifica as ações tomadas durante o processo, se foram corretas, se há melhorias que possam ser feitas nos próximos ciclos, essa é a Retrospectiva da Sprint.  

    Com o fim de uma Sprint se inicia outra, no passar das entregas o produto começa a ter valor.  

     

    Benefícios na prática

    Utilizando o Scrum conseguimos ter melhorias significativas, no decorrer do uso a equipe vai se comunicar melhor, pois todos os dias precisa ser prestado contas do que está sendo feito, em que pé está, quais as dificuldades está enfrentando e as estratégias bem sucedidas podem ser compartilhado entre todos. 

    Com a transparência do método é possível ver os pontos fortes e fracos, ficando fácil mudar o que não está funcionando muito bem e valorizar métodos que está sendo mais efetivo.

     

    Deixar um comentário

    Seu e-mail não será publicado.